O discurso candidiano na amplificação de Clarice Lispector

Palavras-chave: Crítica literária, Discurso epidítico, Clarice Lispector, Antônio Cândida

Resumo

A crítica literária é um discurso persuasivo que visa louvar ou censurar, assumindo, portanto, relevância para com o sucesso (ou não) de novos escritores na literatura prestigiada. Com base nisso, este texto considera como objeto de análise a crítica literária “Perto do coração selvagem”, escrita por Antonio Candido e publicada em 1944, no jornal Folha da Manhã, sobre a estreia literária de Lispector. O objetivo principal é mostrar os recursos retóricos mobilizados para amplificar o caráter virtuoso de Clarice Lispector. Entende-se que compreender a persuasão da crítica literária é fundamental para formação do leitor, já que tal discurso tem o poder de conduzir o leitor à obra. O estudo fundamenta-se nos pressupostos teóricos da Retórica (ARISTÓTELES, 2015) e da Nova Retórica (PERELMAN; OLBRECHTS-TYTECA, 2014; MEYER, 2007; EGGS, 2008; FERREIRA, 2010; FIORIN, 2015; TRINGALI, 2014), com ênfase no gênero epidítico.

Referências

ABREU, Antônio Suarez. A arte de argumentar: gerenciando razão e emoção. São Paulo: Ateliê Editorial, 2013.

ARISTÓTELES. Retórica. Tradução: Manuel Alexandre Júnior, Paulo F. Alberto e Abel N. Pena. São Paulo: Martins Fontes, 2015.

BORELLI, Olga. Clarice Lispector: esboço para um possível retrato. Rio de Janeiro: Nova Fronteira,1981.

BOSI, Alfredo. História concisa da literatura brasileira. São Paulo: Cultrix, 2015.

CANDIDO, Antônio. Notas de Crítica Literária “Perto do Coração Selvagem”, Folha de S. Paulo, 16 jul. 1944. Disponível em: https://acervo.folha.com.br/leitor.do?numero=22939&anchor=187498&origem=busca&pd=38b5913f2412a9627800f627484c0936. Acesso em: 10 set. 2020.

CANDIDO, Antônio. Vários escritos. São Paulo: Duas cidades, 2004.

CORREA, Bruna. C. A retórica de Candido na construção das imagens de si e de Clarice. Mandinga, Redenção, v. 4, n. 1, p. 38-55, 2020. Disponível em: http://www.revistas.unilab.edu.br/index.php/mandinga/article/view/429. Acesso em: 13 set. 2020.

FERREIRA, Luiz Antônio. Leitura e persuasão: princípios de análise retórica. São Paulo: Contexto, 2010.

FIORIN, José Luiz. Figuras de Retórica. São Paulo: Contexto, 2019.

GOTLIB, Nádia. B. Clarice: uma vida que se conta. São Paulo: EDUSP, 2009.

LISPECTOR, Clarice. Perto do coração selvagem. Rio de Janeiro: Rocco, 2019.

MEYER, Michel. Questões de Retórica: linguagem, razão e sedução. Tradução: António Hall. Lisboa: Edições 70, 2007.

MOSCA, Lineide L. Salvador (org.). Retóricas de ontem e de hoje. São Paulo: Humanitas, 2001.

PERELMAN, Chaïm; OLBRECHTS-TYTECA, Lucie. Tratado de argumentação: a nova retórica. Tradução: Maria E. A. P. Galvão. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2014.

PINTO, Manuel. C. A vocação crítica de Antonio Candido, CULT, 11 mar. 2010. Disponível em: https://revistacult.uol.com.br/home/vocacao-critica-de-antonio-candido/. Acesso em: 10 set. 2020.

REBOUL, Oliver. Introdução à retórica. Tradução: Ivone C. Benedetti. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

RODRIGUES, Joana. Antonio Candido e Ángel Rama: Críticos Literários Na Imprensa. São Paulo: Editora Unifesp, 2018.

ROSA, André. S. Clarice Lispector é reconhecida como patrona da literatura de Pernambuco, Diário de Pernambuco, 11 ago. 2020. Disponível em: https://www.diariodepernambuco.com.br/noticia/viver/2020/08/clarice-lispector-e-reconhecida-como-patrona-da-literatura-de-pernambu.html. Acesso em: 13 set. 2020.

TRINGALI, Dante. Introdução à retórica: a retórica como crítica literária. São Paulo: Duas cidades, 1988.

Publicado
2021-04-30
Como Citar
Correa, B. (2021). O discurso candidiano na amplificação de Clarice Lispector. Revista Eletrônica De Estudos Integrados Em Discurso E Argumentação, 21(1). https://doi.org/10.47369/eidea-21-1-2928
Seção
Artigos