Análise argumentativa de uma redação nota mil do ENEM/2019

Uma sondagem das capacidades argumentativas

Palavras-chave: Argumentação, Capacidades argumentativas, Redação, Exames de larga escala

Resumo

Este artigo apresenta um estudo exploratório para sondar as capacidades argumentativas mobilizadas em uma redação “nota mil” do ENEM/2019, publicada como modelo na Cartilha do participante do ENEM/2020. A fundamentação teórica apoia-se na concepção histórico-cultural-discursiva de capacidade argumentativa e nas perspectivas retórica, interacional e discursiva da argumentação. A análise da redação focaliza o contexto situacional da argumentação prática monologal, a construção dos argumentos e as estratégias enunciativas. O exame das estratégias argumentativas mobilizadas na redação revela a mobilização da capacidade argumentativa de sustentação, mas não de negociação e refutação. Espera-se que essa sondagem possa suscitar uma discussão sobre o aprimoramento do ensino das capacidades argumentativas na educação básica brasileira.

Referências

ALDERSON, J. Charles; WALL, Dianne. Does washback exist? Applied Linguistics, v. 14, n. 2, p. 115-129, 1993.

ALVES LIMA, Sheyla Fabricia; PIRIS, Eduardo Lopes. A noção de capacidade argumentativa em diferentes perspectivas de estudo da argumentação. Fólio - Revista de Letras, Vitória da Conquista, v. 13, n. 2, 2021. DOI: https://doi.org/10.22481/folio.v13i2.9324

AMOSSY, Ruth. A argumentação no discurso. Coordenação da tradução: Eduardo Lopes Piris e Moisés Olímpio-Ferreira. Tradução: Angela Correa et al. São Paulo: Contexto, 2018.

AZEVEDO, Isabel C. M. A argumentação no Exame Nacional do Ensino Médio: percursos discursivos seguidos por jovens em processo de formação. Tese (Doutorado em Letras Clássicas e Vernáculas) – Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. São Paulo, 2009.

AZEVEDO, Isabel C. M. Desenvolvimento de competências e capacidades de linguagem por meio da escrita de textos de opinião. EID&A - Revista Eletrônica de Estudos Integrados em Discurso e Argumentação. Ilhéus, 2013, p. 35-47. Disponível em: http://periodicos.uesc.br/index.php/eidea/article/view/419

AZEVEDO, Isabel C. M. Efeito retroativo da proposta de redação do ENEM nas atividades de produção textual realizadas na educação básica de Sergipe. In: SILVA, Leilane; CARDOSO, Denise (orgs.). Gênero, livro didático e concepção de escrita: diálogos sobre produção textual. João Pessoa: CCTA, 2015b. p. 151-176.

AZEVEDO, Isabel C. M. Capacidades argumentativas de professores e estudantes da educação básica em discussão. In: PIRIS, Eduardo Lopes; FERREIRA, Moisés O. (orgs.). Discurso e argumentação em múltiplos enfoques. Coimbra: Grácio Editor, 2016. p. 167-190.

AZEVEDO, Isabel C. M.; PIRIS, Eduardo Lopes. Tradição e dispositivo de ensino de língua estrangeira: uma discussão em torno do livro didático de PLE. In: SÁ, Rubens; GUEDES, Sônia (orgs.). Português para falantes de outras línguas: Materiais Didáticos, Formação de Professores e Ensino de Gramática. Campinas: Pontes, 2016. p. 45-69.

BRASIL. INEP. Exame Nacional do Ensino Médio – Enem: relatório final 98. Brasília: INEP, 1998.

BRASIL. INEP. Exame Nacional do Ensino Médio (Enem): relatório pedagógico 2009-2010. Brasília: INEP, 2013.

BRASIL. INEP. A redação no Enem 2020: cartilha do participante. Brasília: INEP, 2020.

BRASIL. MEC. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Brasília: MEC, 2018.

CAREL, Mariel; DUCROT, Oswald. Por uma análise argumentativa global do sentido. Revista Desenredo, Passo Fundo, v. 9, n. 2, 2014. Disponível: http://seer.upf.br/index.php/rd/article/view/3845/2512

DOLZ, Joaquin; SCHNEUWLY, Bernard. Gêneros em expressão oral e escrita – elementos para reflexões sobre uma experiência suíça (francófona). In: DOLZ, Joaquin; SCHNEUWLY, Bernard. Gêneros orais e escritos na escola. Tradução e organização: Roxane Rojo e Glais Sales Cordeiro. Campinas: Mercado de Letras, 2004. p. 41-70.

GOLDER, Caroline. Le développement des discours argumentatifs. Lausanne: Delachaux et Niestlé, 1996.

GONÇALVES-SEGUNDO, Paulo Roberto. A configuração funcional da argumentação prática: uma releitura do layout de Fairclough & Fairclough (2012). EID&A – Revista Eletrônica de Estudos Integrados em Discurso e Argumentação, Ilhéus, n. 19, v. 2, p. 109-137, 2019. DOI: https://doi.org/10.17648/eidea-19-v2-2498

GONÇALVES-SEGUNDO, Paulo Roberto; ISOLA-LANZONI, Gabriel. Multimodal practical argumentation and behavioral change: an analysis of the “Remember, the Metro is for everyone” campaign. Revista da ABRALIN, v. 20, n. 3, p. 779-807, 2021.

GRÁCIO, Rui Alexandre. Do discurso argumentado à interação argumentativa. EID&A - Revista Eletrônica de Estudos Integrados em Discurso e Argumentação, Ilhéus, n. 1, p. 117-128, 2011. Disponível em: http://periodicos.uesc.br/index.php/eidea/article/view/388

GRÁCIO, Rui Alexandre. Vocabulário crítico da argumentação. Coimbra: Gracio Editor, 2013.

GRÁCIO, Rui Alexandre. A argumentação na interação. Coimbra: Grácio Editor, 2016.

PADILLA, Constanza; DOUGLAS, Silvina; LÓPEZ, Esther. Yo argumento: taller de prácticas de comprensión y producción de textos argumentativos. Córdoba: Comunicarte, 2011.

PERELMAN, Chaim; OLBRECHTS-TYTECA, Lucie. Tratado da Argumentação: a nova retórica. Tradução: Maria Ermantina Galvão. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

PIRIS, Eduardo Lopes. (Im)Posibilidades de enseñanza de la argumentación en la escuela. Revista Iberoamericana de Argumentación, Madrid, n. 20, p. 30-56, 2020. DOI: https://doi.org/10.15366/ria2020.20.002

PIRIS, Eduardo Lopes. O ensino de argumentação como prática social de linguagem. In: GONÇALVES-SEGUNDO, Paulo Roberto; PIRIS, Eduardo Lopes (orgs.). Estudos em Linguagem, Argumentação e Discurso. Campinas: Pontes, 2021. p. 135-153.

ROEGIERS, Xavier; De KETELE. Jean-Marie. Uma pedagogia da integração: competências e aquisições no ensino. Tradução: C. Huang. Porto Alegre: Artmed, 2004.

SCARAMUCCI, Matilde. Efeito retroativo da avaliação no ensino/aprendizagem de línguas: o estado da arte. Trabalhos em Linguística Aplicada, v. 43, n. 2, p. 203-226, 2004.

Publicado
2022-09-07
Como Citar
Tavares Correia, J. (2022). Análise argumentativa de uma redação nota mil do ENEM/2019. Revista Eletrônica De Estudos Integrados Em Discurso E Argumentação, 22(2), 131-153. https://doi.org/10.47369/eidea-22-2-3463
Seção
Artigos