O ‘nós inclusivo’ no artigo de opinião: negociação pelo movimento de engajamento

Palavras-chave: Primeira pessoa, Nós inclusivo, Negociação, Artigo de opinião

Resumo

Este artigo discute o uso da primeira pessoa (“nós inclusivo”) em 20 artigos de opinião publicados no jornal Gazeta do Povo entre 2019 e 2020. Visa a identificar e descrever a função discursivo-pragmática do uso da primeira pessoa no movimento de negociação instaurado em artigos de opinião. Recorre aos procedimentos metodológicos da Análise Textual Qualitativa e fundamenta-se nos estudos da Pragmática (PARRET, 1988; YULE, 1996; FIORIN, 1996; 2007), da Linguística de Enunciação (BENVENISTE, 1991; FIORIN, 2007) e da Linguística Funcional (NEVES, 2018). A análise sugere que a recorrência do “nós inclusivo” resultou na constituição da categoria “Negociação pelo movimento de engajamento”, que envolve um movimento de negociação entre os interlocutores colocado em cena pelo enunciador para engajar o leitor à sua perspectiva.

Biografia do Autor

Alice Andrade Miskiw, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Mestre em Letras pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), Brasil

 

 

Alcione Tereza Corbari, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Docente da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), Brasil

 

Referências

CORBARI, Alcione Tereza. Elementos modalizadores como estratégias de negociação em textos opinativos produzidos por alunos de ensino médio. 200 f. 2013. Tese (Doutorado em Letras e Linguística) – Instituto de Letras, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2013.

BENVENISTE, Emile. Problemas de Linguística Geral. Tradução: Maria da Glória Novak. São Paulo: EDUSP, 1991.

BORTONI-RICARDO, Stella Maris. O professor pesquisador: introdução à pesquisa qualitativa. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

BORGES, Clóvis. O meio ambiente e a subserviência crônica dos governantes. Gazeta do Povo. 06 jun. 2019. Disponível em: https://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/artigos/o-meio-ambiente-e-a-subserviencia-cronica-dos-governantes/?ref=veja-tambem. Acesso em: 07 jul. 2020.

GOLDER, Caroline. Production of Elaborated Argumentative Discourse: The Role of Cooperativeness. European Journal of Psychology of Education, v. 7, n. 1, p. 51-59, 1992.

GOLDER, Caroline; COIRIER, Pierre. Argumentative Text Writing: Developmental trends. Discourse Processes, v. 18, p. 187-210, 1994.

GOLDER, Caroline; COIRIER, Pierre. The production and recognition of typological argumentative text markers. Argumentation, v. 10, p. 271-282, 1996.

FIORIN, José Luiz. As astúcias da enunciação: as categorias de pessoa, espaço e tempo. São Paulo: Ática, 1996.

FIORIN, José Luiz. Introdução à Linguística II: princípios de análise. 4. ed. São Paulo: Contexto, 2007.

FLORES, Valdir Nascimento. Introdução à teoria enunciativa de Benveniste. São Paulo: Parábola Editorial, 2013.

KRIGSNER, Miguel. Como transformar nossa relação com a natureza? Gazeta do Povo, 28 ago. 2019. Disponível em: https://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/artigos/como-transformar-a-nossa-relacao-com-a-natureza/. Acesso em: 14 jan. 2020.

LOYOLA, Gustavo. Cuidar do ar importa. Gazeta do Povo, 13 jun. 2019. Disponível em: https://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/artigos/cuidar-do-ar-importa/. Acesso em: 14 jan. 2020.

MAINGUENEAU, Dominique. Análise de textos da comunicação. Tradução: Cecília P. de Souza-e-Silva e Décio Rocha. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

MARQUES, Marcia C. M. Que país queremos? Uma retrospectiva ambiental do Brasil de 2019. Gazeta do Povo, 30 dez. 2019. Disponível em: https://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/artigos/que-pais-queremos-ver-uma-retrospectiva-ambiental-do-brasil-de-2019/. Acesso em: 07 jul. 2020.

MEDEIROS, João De Deus. Por que seguimos acumulando dívidas históricas e impagáveis com a Mata Atlântica? Gazeta do Povo, 27 maio 2020. Disponível em: https://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/artigos/por-que-seguimos-acumulando-dividas-historicas-e-impagaveis-com-a-mata-atlantica/. Acesso em: 07 jul. 2020.

MORAES, Roque; GALIAZZI, Maria do Carmo. Análise Textual Discursiva. 2. ed. Ijuí: Unijuí, 2011.

MORAES, Roque. Uma tempestade de luz: a compreensão possibilitada pela análise textual discursiva. Ciência & Educação, Bauru, v. 9, n. 2, p. 191-211, 2003.

NEVES, Maria Helena de Moura. A gramática: história, teoria e análise, ensino. São Paulo: Ed.Unesp, 2001.

NEVES, Maria Helena de Moura. A gramática do português revelada em textos. São Paulo: Ed.Unesp, 2018.

PARRET, Herman. Enunciação e pragmática. Tradução: Eni P. Orlandi et al. Campinas: Ed.UNICAMP, 1988.

PAQUET. Renato. O fim dos lixões ainda está longe de acontecer? Gazeta do Povo, 01 set. 2019. Disponível em: https://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/artigos/o-fim-dos-lixoes-no-brasil-ainda-esta-longe-de-acontecer/?ref=veja-tambem. Acesso em: 07 jul. 2020.

PETRONI, Maria Rosa. Construção do objeto discutível: argumentação e interação. Polifonia, Cuiabá, n. 10, p, 113-133, 2005.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Ed.Feevale, 2013.

REQUIÃO, Glauco. A sustentabilidade como caminho para a vida. Gazeta do Povo, 23 abr. 2020. Disponível em: https://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/artigos/a-sustentabilidade-como-o-caminho-para-a-vida/. Acesso em: 07 jul. 2020.

RODRIGUES, Rosangela Hammes. A constituição e o funcionamento do gênero jornalístico artigo: cronotopo e dialogismo. 2001. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2001.

SILVEIRA, Luciane Carlan. A articulação entre ethos e efeitos de sentido: uma visão enunciativa sobre articuladores textuais, pronomes e verbos em textos do vestibular da UFSM. 2017. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal de Santa Maria, 2017.

UNGER, Roberto Mangabeira. A Amazônia continua em chamas; saiba como salvá-la. Gazeta do Povo, 28 ago. 2019. Disponível em: https://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/artigos/a-amazonia-continua-em-chamas-saiba-como-podemos-salva-la/?ref=veja-tambem. Acesso em: 14 jan. 2020.

YULE, George. Pragmatics. Oxford: Oxford University Press, 1996.

Publicado
2021-12-31
Como Citar
Miskiw, A., & Corbari, A. (2021). O ‘nós inclusivo’ no artigo de opinião: negociação pelo movimento de engajamento. Revista Eletrônica De Estudos Integrados Em Discurso E Argumentação, 21(3), 80 - 99. https://doi.org/10.47369/eidea-21-3-3222
Seção
Artigos