La conectividad en adversativas del español y del portugués en contextos negativos de refutación y de restricción

Palavras-chave: Construções adversativas negativas, Comparação entre espanhol e português, Refutação com “e sim”, Refutação sem conector

Resumo

Considerando o espanhol e o português atuais, abordamos as construções com funcionamento adversativo e com negação no primeiro membro, de uma perspectiva discursiva, não logicista, focalizada na construção dialógica dos objetos de discurso. Nosso objetivo principal é examinar o funcionamento, nesses contextos, de determinados conectores e da ausência de conector. A partir de uma série de buscas em corpora de referência de ambas as línguas, e mediante a análise de seus resultados, retomamos, para o espanhol, a muitas vezes discutida diferença entre os conectores “pero” e “sino”, mas também a de outras formas que aparecem no levantamento. Para o português, questionamos, além do funcionamento de “mas”, o de unidades como “mas sim” e “e sim”, expressão que mostrou resultados especialmente reveladores. Formulamos conclusões sobre a distribuição dessas formas de conectividade, incluindo a ausência de conector, em cada língua, em relação com valores refutativos ou restritivos.

Biografia do Autor

Adrián Pablo Fanjul, Universidade de São Paulo

Professor na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP). Doutor em Linguística pela UNESP-Araraquara (2002). Livre-Docente em Língua Espanhola pela USP (2017). Bolsista de Pordutividade em Pesquisa nível 2 do CNPq. Seus focos de pesquisa são os processos de referenciação e argumentação na língua espanhola, e séries discursivas contemporâneas do campo pol´ítico e da cultura de massa do Brasil e da Argentina.

Referências

ANSCOMBRE, Jean-Claude; DUCROT, Oswald. Deux mais en français? Lingua, Amsterdam, v. 43, n. 1, p. 23-40, 1977.

BAGNO, Marcos. Gramática pedagógica do português brasileiro. São Paulo: Parábola, 2011.

BELLO, Andrés. Gramática de la lengua castellana destinada al uso de los americanos. Madrid: EDAF, 1984 [1847].

CAVALCANTI, Sônia. As conjunções do português: uma abordagem semântico-argumentativa. 1989. Tesis (Doctorado en Letras). Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1989.

CHARAUDEAU, Patrick; MAINGUENEAU, Dominique. Dicionário de análise do discurso. Traducción al portugués: Fabiana Komesu (coord.). São Paulo: Contexto, 2008. [traducción al español: Irene Agoff, Buenos Aires: Amorrortu, 2005].

FERNÁNDEZ SORIANO, Olga. El pronombre personal. Formas y distribuciones. Pronombres átonos y tónicos. In: BOSQUE, Ignacio; DEMONTE, Violeta (orgs.). Gramática descriptiva de la lengua española. v. 1. Madrid: Espasa-Calpe, 1999. p. 1209-1271.

FLAMENCO GARCÍA, Luis. Las construcciones concesivas y adversativas. In: BOSQUE, Ignacio; DEMONTE, Violeta (orgs.). Gramática descriptiva de la lengua española. v. 3. Madrid: Espasa-Calpe, 1999. p. 3805-3841.

FUENTES RODRÍGUEZ, Catalina. PERO/SINO y la orientación argumentativa. Pragmalingüística, Cádiz, v. 5-6, p. 119-151, 1998.

MARTEL, Guylaine. Les connecteurs contre-argumentatifs en français, en anglais et en espagnol: une question d’usage. Langues et linguistique, Quebec, v. 19, p. 151-165, 1993.

MONDADA, Lorenza; DUBOIS, Danièle. Construção de objetos de discurso e categorização: uma abordagem dos processos de referenciação. 1995. Traducción al português: Mônica Magalhães Cavalcante. In: CAVALCANTE, Mônica; RODRIGUES, Bernardete; CIULLA, Alena (orgs.). Referenciação. São Paulo: Contexto, 2003. p. 17-52.

NICOLÁS CANTABELLA, Elena; FERNÁNDEZ RUBIO, José Antonio. Ianua. Revista Philologica Romanica, Barcelona, v. 11, p. 101-121, 2011.

SOUSA, Sara. Contributos para o estudo das construções refutativo-rectificativas em PE. In: XXIII ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE LINGUÍSTICA,2008, Lisboa. Trabalhos selecionados. Lisboa: APL, 2008, p. 435-449.

TOURAINE, Alain. As possibilidades da democracia na América Latina. Revista Brasileira de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 1, p. 1-10, 1986. Recuperado de: http://anpocs.com/images/stories/RBCS/01/rbcs01_01.pdf . Consultado En: 24 jun. 2021.

TOURAINE, Alain. Situación de la democracia en América Latina. In: STEICHEN JUNG, Régine (comp.). Democracia y democratización en Centroamérica. San José C.R.: Editorial de la Universidad de Costa Rica, 1993, p. 67-81.

WOLF, Danivia. A conjunção mas e a adversatividade. Arredia, Dourados, v. 4, n. 6, p. 100-115, 2015.

Publicado
2021-10-07
Como Citar
Fanjul, A. (2021). La conectividad en adversativas del español y del portugués en contextos negativos de refutación y de restricción. Revista Eletrônica De Estudos Integrados Em Discurso E Argumentação, 21(2), 123 - 141. https://doi.org/10.47369/eidea-21-2-3134
Seção
Artigos