Bem versus mal: a transmutação do ethos nas cartas de um assassino confesso

Palavras-chave: Carta, Estudo retórico-argumentativo, Persuasão, Transmutação do ethos

Resumo

Ao revisitar a Antiga Retórica de Aristóteles, aliando-a aos pressupostos da Teoria da Argumentação de Perelman e Olbrechts-Tyteca (2014) e dialogando com os postulados de Meyer (2007), Reboul (1998), Amossy (2005), este trabalho objetiva analisar o processo de transmutação do ethos em duas cartas escritas por Tiago Henrique Gomes da Rocha (THGR), conhecido como o serial killer de Goiânia. Examinaram-se tais cartas, com base em um estudo qualitativo, interpretando-se os aspectos atinentes à constituição e à modificação do ethos retoricamente evidenciado. Para tanto, foram eleitas algumas questões de pesquisa, as quais intentam responder: como, por que e em vista de que ocorre essa transmutação dos diversos tipos de ethé presentes nas cartas analisadas? Em resposta, foi possível concluir que existe uma modificação entre os variados tipos de ethé apresentados, os quais podem ser resumidamente conceituados como “bem” e “mal”, que se articulam retoricamente para alcançar a persuasão desejada pelo orador.

Referências

AMOSSY, Ruth (org.). Imagens de si no discurso: a construção do ethos. 2 ed. São Paulo: Contexto. 2005.

ARISTÓTELES. Retórica. Tradução: Edson Bini. São Paulo: Edipro, 2011 [330-326 a.C.].

GODOY, Arilda Schmidt. Pesquisa qualitativa: tipos fundamentais. RAE – Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 35, n. 3, p. 20-29, 1995. DOI https://doi.org/10.1590/S0034-75901995000300004.

MASSMANN, Débora Raquel Hettwer. A arte de argumentar em sala de aula. Letras, Santa Maria, v. 21, n 42, p. 363-385, 2011. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/letras/article/view/12187/7581. Acesso em: 16 out. 2020.

MEYER, Michel. As bases da retórica. In: CARRILHO, Manuel Maria (org.). Retórica e comunicação. Tradução: Fernando Marinho. Lisboa: Edições Asa, 1994.

MEYER, Michel. A Retórica. Tradução: Marly Netto Peres. São Paulo: Ática, 2007.

PERELMAN, Chaïm. Le Champ de l’argumentation. Bruxelles: Presses Universitaires de Bruxelles, 1969.

PERELMAN, Chaïm; OLBRECHTS-TYTECA, Lucie. Tratado de argumentação: a nova retórica. Tradução: Maria Ermantina de Almeida Prado Galvão. São Paulo: Martins Fontes, 2014.

REBOUL, Oliver. Introdução à Retórica. Tradução: Ivone Castilho Benedetti. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

SILVA, Romildo Barros da; SANTOS, Maria Francisca Oliveira. Argumentos persuasivos do debate político televisivo brasileiro. Maceió: EDUFAL, 2019.

SOUZA, Gilton Sampaio de; COSTA, Rosa Leite da. O professor de Letras e seu discurso: a constituição do ethos de professores do ensino superior. Letra Magna. n. 10, p. 1-16, 2009. Disponível em: http://www.letramagna.com/professorletrasdiscurso.pdf . Acesso em: 18 set. 2020.

Publicado
2021-04-30
Como Citar
Gomes, S. J., Santos, M., & Silva, R. (2021). Bem versus mal: a transmutação do ethos nas cartas de um assassino confesso. Revista Eletrônica De Estudos Integrados Em Discurso E Argumentação, 21(1). https://doi.org/10.47369/eidea-21-1-3054
Seção
Artigos