O éthos em Antígona, de Sófocles

  • Shirley Maria de Jesus Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Antígona, Aristóteles, Éthos, Sófocles.

Resumo

Esta pesquisa propõe uma discussão teórica sobre a noção de éthos, a partir da qual se pretende analisar a obra Antígona, de Sófocles. Apresentamos, para tal, as abordagens de Aristóteles (2013), Amossy (2005), Maingueneau (2011, 2010, 2008, 2005) e Machado (2001). A partir dessa atualização teórica, que mobiliza uma noção central da retórica aristotélica, pretendemos demonstrar a construção do éthos feminino na tragédia sofocleana. Nosso propósito é trabalhar com um texto de estatuto ficcional que faz uma espécie de crítica social da época. Trabalharemos, neste estudo, com a hipótese de que um dos possíveis éthos da personagem Antígona origina-se na recusa da injustiça.

Publicado
2015-12-09
Como Citar
Jesus, S. M. de. (2015). O éthos em Antígona, de Sófocles. Revista Eletrônica De Estudos Integrados Em Discurso E Argumentação, (9), 137-152. Recuperado de http://periodicos.uesc.br/index.php/eidea/article/view/841
Seção
Artigos Inéditos