A relação interdiscursiva do discurso capitalista no e pelo discurso de autoajuda

  • Lady Daiane Martins Ribeiro Universidade Federal de Goiás (UFG)
  • Grenissa Bonvino Stafuzza
Palavras-chave: Discurso. Interdiscurso. Autoajuda. Capitalismo.

Resumo

O presente artigo pretende identificar e analisar a relação interdiscursiva do discurso de capitalista que constitui o discurso de autoajuda em Você é insubstituível, de Augusto Cury. Tomamos por base teórica a noção de interdiscurso de Michel Pêcheux (2009) e o pensamento dialógico da linguagem do Círculo de Bakhtin (2006) para pensar discursivamente de que modo o discurso capitalista constitui o discurso de autoajuda no corpus em estudo. Em Você é insubstituível, observamos vários outros discursos que atravessam e constituem o discurso de autoajuda, como o discurso religioso, o científico e o capitalista. Neste estudo, em especial, analisaremos a relação interdiscursiva do discurso capitalista no e pelo discurso de autoajuda, considerando que a relação do discurso capitalista que emerge do corpuspesquisado é também interdiscursiva com os discursos religioso e científico, de modo que esses três são apropriados pelo enunciador da autoajuda para culpabilizar o sujeito pelo seu insucesso, revelando, no fio discursivo da autoajuda, a marca característica do discurso capitalista:o individualismo.
Publicado
2015-05-07
Como Citar
Ribeiro, L. D., & Stafuzza, G. (2015). A relação interdiscursiva do discurso capitalista no e pelo discurso de autoajuda. Revista Eletrônica De Estudos Integrados Em Discurso E Argumentação, 7(1), 118-136. Recuperado de http://periodicos.uesc.br/index.php/eidea/article/view/491
Seção
Artigos