Apreensão de sentidos na legislação de criação dos institutos federais

  • Cíntia Souza Dantas da Silva Universidade Estácio de Sá (UNESA)
Palavras-chave: Análise retórica. Discursos. Sentidos. Institutos Federais.

Resumo

Este trabalho tem como objetivo analisar os sentidos que constituem discursivamente a criação dos Institutos Federais presentes na redação da Lei 11.892/2008 e do seu texto complementar. O aporte teórico e instrumental de análise dos dados advém da análise retórica, pelo viés da Teoria da Argumentação, como proposto por Perelman & Olbrechts-Tyteca (2005) no movimento conhecido como Nova Retórica. A metodologia utilizada, de caráter descritivo e interpretativo, constitui em coleta de documentos para obtenção dos dados principais; em seguida, a identificação de esquemas que sejam representativos dos discursos e então, parte-se para a interpretação e análise desses esquemas, observando os significados que as argumentações fazem emergir e as figuras de linguagem do corpus discursivo. Os resultados apontam, entre outros aspectos, um discurso voltado para a constituição de uma “nova” institucionalidade capaz de uma “renovação” no ensino profissional brasileiro que teria como efeito a concretização de uma “qualidade social”.

Publicado
2015-05-05
Como Citar
Silva, C. (2015). Apreensão de sentidos na legislação de criação dos institutos federais. Revista Eletrônica De Estudos Integrados Em Discurso E Argumentação, 7(1), 39-51. Recuperado de http://periodicos.uesc.br/index.php/eidea/article/view/482
Seção
Artigos