A construção de identidade sexual: travesti, a invenção do feminino

Alexandre Sebastião Ferrari Soares

Resumo


O dispositivo da sexualidade produziu normas que afetam as identidades sexuais dos sujeitos. Pensar na forma como esse processo acontece e quais (pré)juízos pode trazer, se faz necessário para a compreensão dos discursos sociais sobre a sexualidade. Busca-se, com este trabalho, trazer uma reflexão acerca desse dispositivo e a sua influência nas relações homoeróticas, bem como refletir sobre as possibilidades de superação dos atuais padrões que prescrevem comportamentos sexuais. A partir da materialidade discursiva em 4 tirinhas da personagem Muriel, produzidas entre 2009-2011 pelo quadrinista Laerte Coutinho, analiso, com auxílio da escola francesa de análise do discurso, os efeitos de sentido (re)produzidos pelas normas vigentes sobre as travestis para compreender o funcionamento do discurso sobre o dispositivo da sexualidade, sua circulação e naturalização.

Palavras-chave


Sexualidade. Gênero. Homossexualidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Autor e Revista EID&A

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.