(Não) é só uma gripezinha: argumentação e realidade forjada nos pronunciamentos de Jair Bolsonaro sobre a covid-19

  • Alexandre Marques Silva Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Argumentação, Discurso Político, Bolsonaro, Covid-19

Resumo

Toda ação política mediada pelo uso da linguagem, invariavelmente, instaura a perspectiva de seu agente. Como parte desse processo, a construção dos objetos de discurso pode ser entendida como uma estratégia crucial para que o líder político consiga forjar uma versão da realidade suficientemente coerente a ponto de persuadir sua audiência. Assim, este artigo objetiva analisar as estratégias discursivo-argumentativas empregadas por Jair Bolsonaro em referência à Covid-19 em pronunciamentos públicos e em postagens no Twitter. Com fundamento nos pressupostos teóricos da Nova Retórica, da ACD e da Sociocognição, identificamos que essa doença passou a integrar o grande rol de inimigos a serem combatidos – ao menos discursivamente – por Bolsonaro.

Referências

ARISTÓTELES. Política. Tradução: Roberto Leal Pereira. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

AJZENMAN, Nicolás; CAVALCANTI, Tiago; DA MATA, Daniel. More than words: leaders’ speech and risky behavior during a pandemic. In: Social Science Research Network. Disponível em: https://ssrn.com/abstract=3582908. Acesso em: 14 mai. 2020.

BAUDILLARD, Jean. Simulacros e simulações. Tradução: Maria João da Costa Pereira. Lisboa: Relógio D’Água, 1991.

CARVALHO, José Murilo. Formação das almas: o imaginário da República do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.

CHARAUDEAU, Patrick. Discurso político. Tradução: Dílson Ferreira da Cruz e Fabiana Komesu. São Paulo: Contexto, 2008.

FRAGA, Vitor Galvão. Os três tipos de dominação legítima de Max Weber. Revista Jus Navigandi, Teresina, ano 18, n. 3791, 2013. Disponível em: https://jus.com.br/artigos/25863. Acesso em: 20 mai. 2020.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Cognição, linguagem e práticas interacionais. Rio de Janeiro: Lucerna, 2007.

MARQUES SILVA, Alexandre. A imagem por trás do mito: estratégias discursivas e construção do ethos no discurso político presidencial. 2010. Dissertação (Mestrado em Letras) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, 2010.

MARQUES SILVA, Alexandre. Há’u Timoroan: a construção discursiva das identidades leste-timorenses. 2018. Tese (Doutorado em Letras) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, 2018.

PERELMAN, Chaïm; OLBRECHTS-TYTECA, Lucie. Tratado da argumentação: a nova retórica. Tradução: Maria Ermantina Galvão G. Pereira. São Paulo: Martins Fontes, 1999 [1958].

WEBER, Max. Economia e sociedade: fundamentos da sociologia compreensiva. Tradução: Regis Barbosa e Karen Elsabe Barbosa. São Paulo: Imprensa Nacional, 2004.

WILD, Bianca. Os tipos de dominação segundo Max Weber. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4517244/mod_resource/content/5/Wild_Os%20Tipos%20de%20Domina%C3%A7%C3%A3o%20segundo%20Max%20Weber.pdf. Acesso em: 20 mai. 2020.

Publicado
2020-09-18
Como Citar
Marques Silva, A. (2020). (Não) é só uma gripezinha: argumentação e realidade forjada nos pronunciamentos de Jair Bolsonaro sobre a covid-19. Revista Eletrônica De Estudos Integrados Em Discurso E Argumentação, 20(2). https://doi.org/10.47369/eidea-20-2-2736
Seção
Artigos Inéditos