A construção do ethos em discursos de posse presidencial de Fernando Henrique Cardoso (1995) e Luís Inácio Lula da Silva (2004)

  • Alisson Fernando Abreu de Sousa Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (Unilab)
  • Kennedy Cabral Nobre Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (Unilab)
Palavras-chave: Ethos, Discurso político, Discurso de posse

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo analisar a constituição do ethos nos discursos de posse presidencial dos primeiros mandatos de Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva, levando em consideração a forma como o espectro político partidário influencia a projeção da imagem de si. Para tanto, serviu de aporte teórico considerações acerca do ethos, além da discussão sobre posicionamento político. Como metodologia, baseamo-nos nas categorias de ethé de credibilidade e de identificação propostas por Charaudeau (2015). Os resultados apontam que ambos os discursos constroem para seus oradores ethé vários, em conformidade com o espectro político dos partidos por eles representados, tanto no escopo da credibilidade quanto no escopo da identificação. Contudo, é possível afirmar que o ethos de competência seja mais ressaltado no discurso de FHC e que os ethé de solidariedade e de chefe, mediante figura de guia soberano, apresentem-se mais proeminentes no discurso de Lula.

Biografia do Autor

Alisson Fernando Abreu de Sousa, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (Unilab)
Mestrando Acadêmico em Estudos da Linguagem, pelo Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (PPG-Lin Unilab).
Kennedy Cabral Nobre, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (Unilab)
Professor do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira

Referências

ALMEIDA, Júlia Maria Costa; CAMPOS, Annelise Carvalho Souto Mayor de. Ethos discursivo e cenografias no discurso político. Cadernos de Estudos Lingüísticos, Campinas, n. 61, p. 1-11, 2019.

AMOSSY, Ruth (org.). Imagens de si no discurso: a construção do ethos. São Paulo: Contexto, 2013.

AMOSSY, Ruth. Apologia da polêmica. Coordenação da tradução: Mônica Magalhães Cavalcante. Tradução: Rosalice Botelho Pinto et al. São Paulo: Contexto, 2017.

AMOSSY, Ruth. O ethos discursivo ou a encenação do orador. In: ______. A argumentação no discurso. Coordenação da tradução: Eduardo Lopes Piris e Moisés Olímpio-Ferreira. Tradução: Ângela M. S. Corrêa et al. São Paulo: Contexto, 2018. p. 79-104.

ARISTÓTELES. Retórica. Tradução: Manuel Alexandre Júnior, Paulo Farmhouse Alberto e Abel do Nascimento Pena. 2. ed. Lisboa: Imprensa Nacional; Casa da Moeda, 2005.

BARTHES, Roland. L’aventure sémiologique. Paris: Editions du Seuil, 1985.

BAVIERA, Evaldo. Discurso político, ethos e memória discursiva: uma análise da constituição do sujeito Lula. 2008. 106f. Dissertação (mestrado em linguística) – Programa de Pós-Graduação em Linguística, Universidade de Franca, Franca, 2008.

BRASIL. Casa Civil. Discurso de posse no Congresso Nacional (Presidente Fernando Henrique Cardoso). Brasília: Biblioteca da Presidência da República, 1995.

BRASIL. Presidência da República. Pronunciamento do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na sessão solene de posse no Congresso Nacional. Brasília: Secretaria de Imprensa e Divulgação, 2003.

CARDOSO, Fernando Henrique. A social-democracia. O que é, o que propõe para o Brasil? São Paulo, 1990. Disponível em: https://bit.ly/2TuV2gG Acesso em: 28 fev. 2020.

CHARAUDEAU, Patrick. Discurso político. Tradução: Fabiana Komesu e Dílson Ferreira da Cruz. São Paulo: Contexto, 2015.

FURTADO, Olavo Henrique Pudenci. Trajetos e perspectivas social-democratas: do modelo europeu para o PSDB e o PT no Brasil. 1996. 176f. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) – Universidade Estadual de Campinas. Departamento de Ciência Política. Campinas, 1996.

GANDIN, Lucas; PANKE, Luciana. A transferência de ethos de Lula para Dilma na campanha eleitoral de 2010. Revista eletrônica de ciência política, Curitiba, v. 6, n. 1, p. 167-186, 2015. Disponível em: https://bit.ly/2xtJNgQ. Acesso em: 26 mar. 2020.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GRECO, Eliana Alves. O ethos e a identidade de Lula: a trajetória discursiva de um candidato à presidência da república. In: 1ª Jornada Internacional de Estudos do Discurso. 2008. Maringá. Anais... Maringá: Dep. de Letras ed., 2007. p. 622-630.

HADDAD, Galit. Ethos prévio e ethos discursivo: o exemplo de Romain Rolland. In: AMOSSY, Ruth (org.). Imagens de si no discurso: a construção do ethos. São Paulo: Contexto, 2005. p. 145-165.

HUBNER, Alysson; PAESE, Joel. Centrismo e híbrido político: o sentido da política. Revista Argumentum, Vitória, v. 10, n. 2, p. 174-189, 2018. Disponível em: https://bit.ly/2Tj9b1z. Acesso em: 02 mar. 2020.

MADEIRA, Rafael Machado; TAROUCO, Gabriela da Silva. Esquerda e direita no Brasil: uma análise conceitual. Revista Pós Ciências Sociais, São Luís, v. 8, n. 15, p.171-186, 2011. Disponível em: https://bit.ly/3f31zrF. Acesso em: 06 fev. 2020.

MAINGUENEAU, Dominique. A propósito do ethos. In: MOTTA, Ana Raquel; SALGADO, Luciana (org.). Ethos discursivo. São Paulo: Contexto, 2008a. p.11-29.

MAINGUENEAU, Dominique. Discurso e análise do discurso. Tradução: Sírio Possenti. São Paulo: Parábola Editorial, 2015.

MAINGUENEAU, Dominique. Gênese dos discursos. Tradução: Sírio Possenti. São Paulo: Parábola Editorial, 2008b.

MAINGUENEAU, Dominique. Ethos, cenografia, incorporação. In: AMOSSY, Ruth (org.). Imagens de si no discurso: a construção do ethos. São Paulo: Contexto, 2013. p. 69-91.

MAINGUENEAU, Dominique. Retorno crítico à noção de ethos. Revista Letras de Hoje, Porto Alegre, v. 53, n. 3, p. 321-330, 2018. Disponível em: https://bit.ly/2JgxXtp. Acesso em: 25 fev. 2020.

POPPER, Karl. The logical of scientific Discovery. London: Routledge Classics, 2002.

REIS, Daniel Aarão. O Partido dos Trabalhadores: trajetória, metamorfoses, perspectivas. In: FERREIRA, J.; REIS, Daniel A. (org.). Revolução e democracia (1964-...). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007. p. 503-540.

RIBEIRO, Ednaldo Aparecido; BOLOGNESI, Bruno. Ideologia e representação: valores e atitudes de legisladores municipais. In: GIMENES, Éder R.; BORBA, Julian (org.). Poder legislativo e cultura política: valores, atitudes, trajetória e comportamento político dos vereadores e vereadoras do Estado de Santa Catarina. Curitiba: CPOP, 2018. p. 131-181.

SCHEEFFER, Fernando. A alocação dos partidos no espectro ideológico a partir da atuação parlamentar. Revista E-legis, Brasília, n. 27, p. 119-142, 2018. Disponível em: https://bit.ly/39eV4yY Acesso em: 05 fev. 2020.

SILVA, Andreia Aleixo da. Discurso político e poder no Brasil na era neoliberal: argumentação e construção do ethos no manuseio do poder. 2012. 159f . Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos) – Faculdade de Letras, Universidade Federal de Minas Gerais, 2012.

TAROUCO, Gabriela da Silva. Os Partidos e a Constituição: ênfases programáticas e propostas de emenda. 2007. 161f. Tese (Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro). Rio de Janeiro, 2007.

TAROUCO, Gabriela da Silva; MADEIRA, Rafael Machado. Os partidos brasileiros segundo seus estudiosos: Análise de um expert survey. Revista Civitas, Porto Alegre, v. 15, n. 1, p. 24-39, 2015. Disponível em: https://bit.ly/2UB9e8c Acesso em: 06 fev. 2020.

TAROUCO, Gabriela da Silva; MADEIRA, Rafael Machado. Partidos, programas e o debate sobre esquerda e direita no Brasil. Revista de Sociologia e Política, Curitiba, v. 21, n. 45, p. 149-165, 2013. Disponível em: https://bit.ly/2QKk62j Acesso em: 06 fev. 2020.

TOMAZ, Natália Rocha Oliveira; GOUVÊA, Lúcia Helena Martins. Um estudo do ethos em discursos do ex-presidente Lula. Revista de Estudos da Linguagem, Belo Horizonte, v. 25, n. 1 p. 441-471, 2017. Disponível em: https://bit.ly/39mgESa Acesso em: 26 mar. 2020.

VIEIRA, Soraia Marcelino. O Partido da Social Democracia: trajetória e ideologia. 2012. 186f. Tese (doutorado em ciência política) - Instituto de Estudos Sociais e Políticos, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Rio de Janeiro, 2012.

Publicado
2020-09-18
Como Citar
Sousa, A., & Cabral Nobre, K. (2020). A construção do ethos em discursos de posse presidencial de Fernando Henrique Cardoso (1995) e Luís Inácio Lula da Silva (2004). Revista Eletrônica De Estudos Integrados Em Discurso E Argumentação, 20(2). https://doi.org/10.47369/eidea-20-2-2686
Seção
Artigos Inéditos