A constituição do ethos em perguntas e respostas: o caso da entrevista

  • Alan Ribeiro Radi Universidade de Franca (Unifran)
  • Maria Flávia Figueiredo Universidade de Franca (Unifran)
Palavras-chave: Retórica. Gêneros. Entrevista. Ethos.

Resumo

Com base no conceito retórico de ethos, buscamos, nesta pesquisa, averiguar como dois oradores de caracteres distintos engendram discursivamente uma imagem positiva de si no objetivo de corresponder às expectativas de seus respectivos auditórios. Esperamos, dessa maneira, alcançar um objetivo maior que é entender de que forma os gêneros discursivos, os propósitos comunicativos e o ethos se interrelacionam. Para isso, contamos com a teoria retórica com fundamento em Aristóteles, Eggs, Meyer e Fiorin. No que concerne ao estudo dos gêneros, auxiliam-nos Cavalcante e Marcuschi. Ademais, valemo-nos das contribuições de Figueiredo no tocante à prosódia. Como corpus, selecionamos uma entrevista concedida por Padre Fábio de Melo a Danilo Gentili, que foi analisada de forma qualitativa. Os resultados demonstram que, na interrelação entre gênero discursivo, propósito comunicativo e ethos, o propósito comunicativo atua como protagonista, exercendo papel coercitivo sobre os gêneros nos quais o ethos se manifesta.

Biografia do Autor

Alan Ribeiro Radi, Universidade de Franca (Unifran)
Graduado em Letras Português e Inglês pela Universidade de Franca. Mestrando em Linguística pela mesma instiuição com bolsa da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP proc. 2016/17438-7)
Maria Flávia Figueiredo, Universidade de Franca (Unifran)

Doutora em Linguística pela UNESP/Araraquara. Pós-doutora em Língua Portuguesa pela PUC-SP - Docente permanente do Mestrado em Linguística da Universidade de Franca (Unifran).

Publicado
2017-12-28
Seção
Artigos Inéditos