“Então eu posso dizer ‘eu’ na redação?”: da subjetividade na linguagem à autoria na argumentação escrita

  • Giovane Fernandes Oliveira Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
Palavras-chave: Subjetividade. Autoria. Uso da primeira pessoa do discurso. Plágio.

Resumo

Este artigo busca responder à seguinte questão: em que medida o uso da primeira pessoa do discurso e a prática do plágio permitem falar em subjetividade na linguagem e autoria na argumentação escrita? Para tanto, recorre às noções de subjetividade (BENVENISTE, 2005; 2006) e autoria (SIMÕES et al., 2012) para analisar uma experiência docente em Língua Portuguesa na qual essas duas questões de linguagem se destacaram. O artigo conclui que o ensino de recursos linguísticos para expressar efeitos de objetividade e subjetividade, bem como para referir o dizer do outro, são conhecimentos necessários à constituição da autoria na argumentação escrita, pois implicam a dupla relação do aluno com o seu discurso e com o discurso do outro.

Publicado
2017-07-19
Seção
Artigos Inéditos