ENSINO DE GEOGRAFIA E REALIDADE SOCIOESPACIAL NAS CIDADES CAPITALISTAS: condições desiguais, acesso à moradia e precariedade do habitar

  • Gilselia Lemos Moreira Universidade Estadual de Santa Cruz- UESC
Palavras-chave: Geografia, Ensino, Cidade, Moradia

Resumo

A questão do Ensino de Geografia apresenta-se hoje revigorada no pensamento contemporâneo. Caracterizando-se por novas e diferentes abordagens, traz em seu bojo a preocupação fundamental no que se refere à análise crítica da realidade socioespacial mais ampla. Neste trabalho, apresentaremos um recorte de como vemos a articulação entre o Ensino de Geografia e a análise da realidade caleidoscópica do viver na cidade por diferentes classes sociais. Ao trilhar esse caminho, chamamos a atenção para o fato de que não evidenciaremos a pertinente questão socioespacial em si, nossa proposta é tratar o tema, tomando como ponto de partida a vida na cidade, destacando a luta pela moradia na produção do urbano na perspectiva da educação geográfica. Trata-se de um processo complexo e diverso, no qual está presente o entendimento do processo de produção e reprodução do espaço urbano, determinado pelo modo de produção capitalista. Parece-nos que somente se superamos a leitura ingênua desse processo e desenvolvermos uma análise crítica do modelo de sociedade ao qual optamos é possível compreender essa e muitas outras questões que envolvem o viver nas cidades capitalistas. Se o ensino de Geografia abre perspectiva para
pensar o mundo contemporâneo e suas contradições, então, a crítica ao modelo de sociedade em que vivemos é, em essência uma possibilidade que abre caminho para uma transformação da realidade em questão. Desse modo a sala de aula pode ser o lócus para este exercício. O intuito é despertar nos alunos as bases necessárias para se construir ética e criticidade.

Referências

ARANTES, Otília. Uma estratégia fatal: a cultura nas novas gestões urbanas. In: MARICATO, E.; VAINER, C. (Org.). A cidade do pensamento único:
desmanchando consensos. Petrópolis : Vozes, 2000.

AZEVEDO, Álvaro Villaça et al. Solo criado/carta de Embu. São Paulo: Fundação Prefeito Faria Lima - Cepam, 1977.

BOTELHO, Adriano. O urbano em fragmentos: a produção do espaço e da moradia pelas práticas do setor imobiliário. São Paulo: Annablume/Fapesp,
2007.

BOULOS, Guilherme. Por que ocupamos? Uma introdução à luta dos sem teto. São Paulo: Scortecci, 2012.

CALLAI, Helena Copetti. Aprendendo a ler o mundo: a geografia nos anos iniciais do ensino fundamental. Cad. Cedes, Campinas, v. 25, n. 66, p. 227-
247, 2005.

CALLAI, H. C.; MORAES, M. M. Educação geográfica, cidadania e cidade. ACTA Geográfica, Boa Vista, Edição Especial 2017, p. 82-100, 2017.

CARLOS, Ana Fani Alessandri. O espaço urbano: novos escritos sobre a cidade. São Paulo: FFLCH, 2007. 123p.

CASTELLAR, S. M. V. O ensino de geografia e a formação docente. In: CARVALHO, A. M. P. (Org.). Formação continuada de professores. São Paulo: Pioneira/Thomson, 2015.

CAVALCANTI, Lana de Souza. O ensino de Geografia com novas abordagens. Nova Escola [Entrevista a Beatriz Vichessi], Goiânia, 2010a.

______. A geografia e a realidade escolar contemporânea: avanços, caminhos, alternativas. SEMINÁRIO NACIONAL : CURRÍCULO EM MOVIMENTO – PERSPECTIVAS ATUAIS, 1,2010, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte, 2010b.

CORREA, Roberto L. O espaço urbano. São Paulo: Ática. 1993.

DEMO, Pedro. Educação e desenvolvimento: mito e realidade possível e fantasiosa. Campinas: Papirus, 1999.

GOTTDIENER, Mark. Produção social do espaço urbano. São Paulo: Edusp,
1985.

HARVEY, David. O direito à cidade. Ed. Lutas Sociais, São Paulo, n. 29, p. 73-89, jul./dez 2012.

LACOSTE, Yves. Para que serve a paisagem? O que é uma bela paisagem? Boletim Paulista de Geografia, São Paulo, , n. 79, p. 115-150, jul. 2003.

MARQUES, M. O. Conhecimento e modernidade em reconstrução. Ijuí: UNIJUÍ, 1993.

MONTEIRO, Marco Aurélio Alvarenga et al. Visões de autonomia do professor e sua influência na prática pedagógica. Rev. Ensaio, Belo Horizonte, v. 12, n. 03, p. 117-130, set-dez, 2010.

NEGRI, Silvio Moisés. Segregação Sócio-Espacial: alguns conceitos e análises. Coletâneas do nosso tempo, Rondonópolis, v.2, n. 8, p. 129-153, 2008.

OLIVA, Jaime Tadeu. Ensino de Geografia um retrato desnecessário. In: CARLOS, A. F. A. (org.). A geografia da sala de aula. São Paulo: Contexto, 1999.

REGO, T. C. Vygotsky: uma perspectiva histórico-cultural da educação. 10. ed. Petrópolis: Vozes, 2000.

RODRIGUES, Arlete Moyses. Desigualdades Socioespaciais – a luta pelo direito a cidade. Revista Cidades, v. 4 n. 6, p. 73-88, 2007.

ROLNIK, Raquel. Guerra dos lugares: a colonização da terra e da moradia na era das finanças. São Paulo: Boitempo, 2015.

STRAFORINI, Rafael. Ensinar geografia nas séries iniciais: o desafio da totalidade mundo. 2001. 155f. Dissertação de Mestrado – Instituto de Geociências, Universidade Estadual de Campinas,. Campinas, 2001.
Publicado
2021-12-01