Pistas para uma leitura subjetiva: Manhã submersa, de Vergílio Ferreira, entre romance e filme

  • José Luiz Foureaux de Souza Júnior Universidade Federal de Ouro Preto
Palavras-chave: Leitura, Vergílio Ferreira, narrativa, cinema, recepção.

Resumo

Texto de introdução a mais uma leitura do romance de Vergílio Ferreira, privilegiando a interlocução discursivo-narrativa entre Literatura e Cinema. A estética da recepção, implícita neste trabalho, aponta para possibilidades de aproximação discursiva entre as duas linguagens, na leitura do romance do autor português.

Publicado
2016-02-22