Impasses da vida religiosa em contexto multicultural - interpelações sociológicas sobre demandas de identidade

  • Silvia Regina Alves Fernandes
Palavras-chave: Multiculturalismo, Identidade, Diferença, Vida religiosa

Resumo

 

O contexto originário dos discursos que inspiram as narrativas sobre a crise das instituições religiosas e, em especial, das congregações, é o da globalização, processo de extinção ou pulverização de fronteiras culturais com conseqüências em vários campos da vida, tais como, político, econômico e sócio-cultural com reverberações nas esferas pública e privada. Juntamente com o debate sobre a globalização, os países ocidentais e nós, os latinos, somos confrontados permanentemente com a perspectiva do multiculturalismo (e sua crise) que tenta abranger as diferentes narrativas sobre políticas de identidade levando em conta o específico de cada cultura. Esse debate já penetrou congregações e ordens religiosas provocando tensões entre os sujeitos nelas inseridos. Padres e freiras na atualidade brasileira, têm discutido seu lugar identitário inserindo-se tangencialmente nas narrativas multiculturais que visam defender a identidade demarcando de forma ambígua a diferença na construção das políticas de identidade. Este artigo analisa de forma crítica a assimilação das teorias multiculturalistas a partir da instituição Vida Religiosa.

Publicado
2015-10-08