Entre fatores ambientais e culturais: arqueologia no litoral do Piauí desde os anos 1990

  • Abrahão Sanderson Silva
  • Hebert Rogério Coutinho
Palavras-chave: Piauí, Arqueologia, Litoral.

Resumo

O estudo de ocupações no litoral nordestino, particularmente na porção setentrional, tornou-se um fértil campo de pesquisa arqueológica a partir da década de 1990. O surgimento de pesquisas arqueológicas nessa região contrasta com o avanço das especulações turística e imobiliária, num contexto socioeconômico que também evidenciou a destruição de diversos sítios arqueológicos. No estado do Piauí, a partir de 1996 ocorre um uxo de pesquisas contínuo que foi ampliado no ano de 2008 com a criação do curso de bacharelado em Arqueologia e Conservação de Arte Rupestre na Universidade Federal do Piauí. Os trabalhos desenvolvidos nessa área do litoral nordestino abordam aspectos como arqueologia da paisagem, indústrias líticas, material cerâmico, materiais históricos, geoarqueologia e ensejam problemáticas de pesquisa diversi cadas no contexto da arqueologia piauiense, por vezes relacionando-se com o estudo de ocupações litorâneas em outros estados nordestinos ou de outras regiões. 

Biografia do Autor

Abrahão Sanderson Silva

Professor do Departamento de História do CERES/UFRN Doutor em Arqueologia, PPGARq/MAE/USP 

Hebert Rogério Coutinho

Bacharel em Arqueologia e Conservação de Arte Rupestre – UFPI Mestre em Arqueologia – PPGARQ/UFPI

Publicado
2018-01-04