A coletânea de textos clandestinos: constituição de um objeto de pesquisa

Leandro Sardeiro

Resumo


Toda a discussão sobre a assim chamada “Literatura clandestina” está fundada sobre a descoberta feita em 1912 nas bibliotecas parisienses por Gustave Lanson de um corpus de manuscritos que circulavam na Europa muito antes da época das Luzes e que já continham todas as discussões dos seus textos mais importantes. O presente trabalho pretende apresentar uma discussão sobre as “coletâneas” como parte privilegiada de tal corpus, de modo a colocar em evidência as suas especificidades e papel na difusão das ideias filosóficas do Setecentos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.