A interpretação da palavra bíblica “espírito” por Hobbes e Espinosa

Sérgio Persch

Resumo


Hobbes e Espinosa interpretam a Bíblia de acordo com princípios

metodológicos relacionados com o método geométrico empregado na filosofia e

com a concepção geométrica de espaço. Um caso exemplar em que isso se verifica é

a interpretação da palavra spiritus. A partir de um exame da maneira como cada um

deles interpreta a palavra spiritus, podemos reconhecer, em traços fundamentais, a

diferença entre ambos no que diz respeito ao uso de procedimentos geométricos em

filosofia e à concepção geométrica de espaço.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.