A reabilitação de Lucrécio por Hume

Bruna Bloise

Resumo


Lucrécio fez uma plácida enunciação de como as coisas são: forneceu uma explicação não-finalista para a atual ordem do mundo, negou que os deuses tivessem interesse nos assuntos humanos, que a alma fosse imortal e deu por garantido que, uma vez conhecida a natureza, não mais há como temer os deuses. Para ele, a explicação física de um fenômeno eliminaria automaticamente qualquer explicação religiosa. Contudo, com a teologia, tornou-se possível admitir que Deus tudo engendrara mesmo que em sua criação haja males, pois não conhecemos suas razões e tampouco a inteireza de sua obra. Mostraremos como Hume, tendo alterado o estatuto epistemológico de teses que aparecem em Lucrécio, pôde recuperá-las e preferi-las ao finalismo.


Palavras-chave


David Hume. Filosofia Moderna. Lucrécio. Epistemologia. Epicurismo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.