Direitos humanos? Por uma declaração relativística dos direitos das humanidades

  • Léo Pimentel Souto
Palavras-chave: Pensamento Descolonial, Pós-Ocidentalidade, Direitos Humanos, Relativismo Cultural, Conversação Intercultural

Resumo

Somente teremos um autêntico “Direitos Humanos” se considerarmos tal como um realizar-se desde uma ‘grande conversação intercultural’. Um primeiro passo é preciso ser dado. Por que não desde a desocidentalização da Filosofia? Por que não desde a adesão radical a um relativismo cultural autêntico? Pois bem, o presente texto é um primeiro passo rumo a essa grande conversação e a essa desocidentalização da Filosofia. Desde minha autoafirmação como um “selvagem ilustrado” realizo um exercício relativista e reescrevo a Declaração Universal dos direitos humanos a partir do mito Munduruku: “O Princípio do Mundo”. Tal reescrita resulta na Declaração Relativística dos Direitos das Humanidades.
Publicado
2016-06-02