Argumentação e ensino: a mediação da Teoria Semiolinguística do Discurso

Palavras-chave: Semiolinguística. Sequência Didática. Carta de leitor. Consistência argumentativa.

Resumo

À luz dos pressupostos do contrato comunicativo oferecidos pela Teoria Semiolinguística do Discurso e de um ensino organizado por uma Sequência Didática, apresentamos, neste estudo, uma abordagem teórico-metodológica que leva o alunado ao aprimoramento efetivo de sua capacidade de comunicação na modalidade escrita da língua sob o modo de organização argumentativo. Para tanto, relativamente à construção da Sequência Didática proposta no interior deste trabalho, nos pautamos não só nas contribuições de Charaudeau (2004) e Schneuwly e Dolz (2011), relativamente ao conceito de gênero discursivo, como também nas de Charaudeau (2014) e Emediato (2007) concernentes a aspectos teóricos relativos ao parâmetro consistência argumentativa. Como resultado da pesquisa empreendida em uma turma do primeiro ano do Ensino Médio de uma escola pública de Niterói – RJ, comprovamos os acertos de um ensino de produção textual argumentativa baseado em uma Sequência Didática fomentada por pressupostos semiolinguísticos.

Biografia do Autor

Patricia Ferreira Neves Ribeiro, Universidade Federal Fluminense
Professora Associada do Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas e do Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem da Universidade Federal Fluminense.
Diniz Duarte de Souza Duarte de Souza, Universidade Federal Fluminense
Mestre em Estudos de Linguagem pela Universidade Federal Fluminense.
Publicado
2018-12-13
Seção
Artigos Inéditos