O PAPEL DO CONTROLE E DA AVALIAÇÃO NA PARTICIPAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL NA OPERAÇÃO VALE DO ACRE DO PROJETO RONDON

  • Kleber Colombo
  • Lucas Fanfa Ferreira
  • Luísa Rieth Uber
  • Stefania Johnson Colombo
  • Vitória Schmidt Caron
  • Betina Bramraiter Borile
  • Claudio da Silva Leandro
  • Karina Albani Camargo
  • Aragon Érico Dasso Júnior
  • Raquel Fraga e Silva Raimondo

Resumo

Este trabalho buscou responder o seguinte questionamento: em que medida o acompanhamento das ações da Operação Vale do Acre em Capixaba colaboram para ampliar o legado e melhoria do Projeto Rondon? Dentro do maior projeto de extensão universitária brasileira criou-se duas oficinas encadeadas. Na primeira delas, elaborou- se um diagnóstico do município de destino com base em dados online e realizou-se um processo participativo colaborativo, o qual fomentou a definição de metas de melhorias para o município. Estas foram apresentadas aos gestores e lideranças comunitárias na segunda oficina. Foram criados indicadores para o acompanhamento dos números alcançados diariamente durante a operação. Um resultado positivo foi a Agenda Rondon, criada com base nas informações levantadas, na discussão dos resultados das oficinas, nas vivências da equipe no município e nos hábitos observados. No quesito indicadores, os resultados obtidos foram ótimos e serviram como fonte de dados para a elaboração de relatórios. As observações realizadas permitem indicar que o método de monitoramento da operação é eficiente e de fácil replicação para outras equipes e futuras operações. Este é um relato da possibilidade de projeção das operações do Projeto Rondon, extendendo o período de atuação para além dos 10 dias que a equipe permaneceu em Capixaba.

Publicado
2021-12-22