FROM LANGUAGE POLICY TO LANGUAGE GOVERNANCE:

THE ROLE OF CITIES IN MANAGING TODAY’S COMPLEX DIVERSITY

  • Vicent Climent-Ferrando Universitat Pompeu-Fabra
Palavras-chave: Política linguística. Línguas minorizadas. Rebitalização linguística. Governança linguística.

Resumo

Este artigo oferece algumas reflexões preliminares sobre a necessidade de reconhecer as cidades como intervenientes relevantes na política linguística para além da implementação de políticas linguísticas governamentais, que são de natureza mais ideológica. O artigo começa por fornecer uma visão sucinta de como os Estados contemporâneos estão a impor medidas linguísticas aos migrantes, continua com uma visão geral de como as regiões com línguas minoritárias são "apanhadas no meio", tentando implementar medidas políticas para revitalizar a sua língua enquanto a sua diversidade cada vez mais complexa deriva da mobilidade e migração e, finalmente, propõe a necessidade de incluir o nível local numa "abordagem a vários níveis" da política linguística. Em última análise, o artigo afirma que as abordagens existentes ao estudo da política linguística devem ser alargadas e incluir reflexões do campo da "governação linguística", uma vez que esta abordagem capta a multiplicidade de actores e níveis na elaboração de políticas linguísticas. Em suma, apela à incorporação de reflexões de "governação das línguas" no estudo da política linguística.

Referências

BANTING, K.; SOROKA, S. Minority nationalism and immigrant integration in Canada. Nations and Nationalism, 18 (1), 156–176, 2012.

CLIMENT-FERRANDO, V. The Role of Languages in Today’s Urban Agenda. The Missing Link? Linguapax, 2018.

FAVELL, A. Philosophies of Integration and the Idea of Citizenship in France and Britain, 2nd edn. Basingtoke: McMillan, 2001.Número Especial – IV SIMC, Março de 2022, p. 65-74

HEPBURN, E.; ZAPATA BARRERO, R. (Eds.). The Politics of Immigration in MultiLevel States: Governance and Political Parties. Basingstoke: Palgrave Macmillan, 2014.

KING, L.; CARSON, L. (Eds.). The Multilingual City: Vitality, Conflict and Change, Bristol, Multilingual Matters, 2016.

KRAUS, P. A. The politics of complex diversity: A European perspective, Ethnicities 12, 1:3-25, 2012.

LOUGHLIN, J.; WILLIAMS, C. H. Governance and language: The intellectual foundations. In C. H. Williams (Ed.), Language and governance, pp. 57–103. Cardiff: University of
Wales Press, 2007.

WILLIAMS, C. H. (Ed.). Language and governance. Cardiff: University of Wales Press, 2007.

HEPBURN, E.; ZAPATA BARRERO, R. (Eds.). The Politics of Immigration in MultiLevel States: Governance and Political Parties. Basingstoke: Palgrave Macmillan, 2014.

HOGAN-BRUN, G.; MAR MOLINERO, C.; STEVENSON, P. (Eds.). Discourses on Language and Integration: Critical Perspectives on Language Testing Regimes. Amsterdam: John Benjamins Publishing, 2009.

JOPPKE, C. Beyond national models: Civic integration policies for immigrants in Western Europe. West European Politics, 30 (1), 1–22, 2007.

KOSTAKOPOULOU, D. Matters of control: integration tests, naturalisation reform and probationary citizenship in the United Kingdom. [in special issue: Migration and Citizenship Attribution: Politics and Policies in Western Europe]. Journal of Ethnic and Migration Studies, 36 (5), 829–846, 2010.

ZAPATA BARRERO, R. Immigration, autonomie politique et gestion de l’identité: le cas de la Catalogne. Outre-Terre, 4 (17), 189–209, 2007.
Publicado
2022-03-29