Notas sobre a difusão da cultura da paz na Universidade Estadual de Santa Cruz

  • Milene Peixoto Ávila

Resumo

Os recorrentes conflitos e atos de violência, dentro e fora da universidade, serviram de motivação para a execução de ações de promoção de cultura de paz e de autoconhecimento na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). A Educação para a Paz precisa ser pensada e praticada também no Ensino Superior, e a extensão universitária tem se mostrado um importante instrumento de atuação na comunidade, tanto acadêmica, mas, sobretudo, na comunidade externa, atingindo também pessoas que não estudam ou trabalham na universidade. Este artigo tem como objetivo apresentar as ações de autoconhecimento e promoção de cultura de paz realizadas na UESC, de 2016 a 2018, através da execução de dois projetos de extensão: a I Semana de Promoção de Cultura de Paz e o Projeto Conecte em Si — Yoga e Meditação Coletiva na UESC. Dentre os resultados observados destacam-se a disseminação da prática da meditação entre estudantes e a presença de um público não vinculado à UESC. Ambos os projetos, com atividades gratuitas, foram criados com o objetivo de fomentar a cultura de paz, dentro e fora da UESC, e de difundir os preceitos do yoga e a prática de meditação.

Publicado
2019-06-13