INTELIGÊNCIA CULTURAL: UMA BREVE ANÁLISE SOBRE SUAS INFLUÊNCIAS À MESA DAS NEGOCIAÇÕES

  • Mizaele Almeida Santos Universidade Estadual de Santa Cruz

Resumo

O processo de Internacionalização das Empresas proporciona a construção de múltiplas relações interculturais. Considerando a importância da cultura nas relações humanas, o presente artigo tem por objetivo discutir sobre a relevância os fatores culturais nos processos decisórios as negociações internacionais, baseando-se na teoria da inteligência cultural enquanto técnica que permite aos indivíduos a capacidade de adaptação em contextos diferentes. O método de abordagem é indutivo e com procedimento de cunho bibliográfico baseando-se em fundamentações teóricas e produções acadêmico-cientificas. Desse modo, trata-se da negociação e o diálogo que se estabelece com a cultura, destacando algumas de suas variáveis, logo, se discute o conceito de inteligência cultural e das dimensões que nela estão inseridas. Os resultados obtidos demonstram que os êxitos nas relações econômicas interculturais não estão atrelados exclusivamente ao uso do poder, mas se baseiam na construção de laços confiáveis e na capacidade de cada indivíduo ser consciente e propor ações cooperativas em que haja partilha e transformação.

Biografia do Autor

Mizaele Almeida Santos, Universidade Estadual de Santa Cruz

Departamento de  Letras e Artes

 Relações/Negociações Internacionais

Referências

ABRÃO, Karine; REIS, Ewerton. Influência da inteligência cultural na negociação internacional. Disponível em: <https://pt.linkedin.com/pulse/influ%C3%AAncia-da-intelig%C3%AAncia-cultural-na-negocia%C3%A7%C3%A3o-karime-abr%C3%A3o´> Acesso em: 15 mai. 2018.

ANG, S.; VAN DYNE, L. Handbook on cultural intelligence: theory, measurement and applications. Armonk, NY: M.E. Sharpe, 2008.

GELFAND, Michele; BRETT, Jeanne. The handbook of negotiation and culture. Stanford, California: Stanford Business Books, 2004.

LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

MARTINELLI, Dante. Negociação empresarial. Barueri: Manoli, 2002.

SOUZA, Cátia. Competências multiculturais: inteligência cultural e personalidade multicultural em contexto organizacional e social. Universidade de Algarve: Faculdade de Ciências Sociais, 2015. Disponível em: <https://www.iscte-iul.pt/.../1486035650340_Dissertacoes_Mestrado>.Acesso em 25 abr. 2018.

TEIXEIRA, Ana P. O desenvolvimento da competência comunicativa intercultural na aula de ple: representações e práticas (inter)culturais. Um estudo de caso. 2013. Tese de Doutoramento. Faculdade de Letras: Universidade de Porto. Porto, 2013.

Disponível em:<https://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/74779/2/31205.pdf>. Acesso em 16 jun. 2018.

VAN DYNE, Linn; LIVERMORE, David. Cultural intelligence: a pathway for leading in a rapidly globalizing world, 2009. Disponível em <http://linnvandyne.com/papers/Van%20Dyne_Ang_Livermore%20CCL%20in%20press.pdf> Acesso em 15 mai. 2018.

VAN DYNE, Linn et al. Sub‐dimensions of the four factor model of cultural intelligence: expanding the conceptualization and measurement of cultural intelligence, 2012. Disponível em: <http://www.linnvandyne.com/papers/Compass%202012%20Van%20Dyne%20et%20al%20Sub-dimensions%20of%20CQ.pdf>. Acesso em15 jun. 2018.

Publicado
2018-12-14
Edição
Seção
Artigos