Acidentes de trabalho em profissionais de saúde: uma revisão de literatura

  • Amanda Maria Villas Bôas Ribeiro UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA
  • Maria Lúcia Silva Servo UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA

Resumo

Trata-se de um estudo de revisão de literatura, que tem por objetivo analisar os aspectos relacionados à ocorrência de acidentes de trabalho em profissionais de saúde. Foi feita uma busca na base de dados Scientific Electronic Library Online (SCIELO) e Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), a partir da associação das palavras-chave “Acidentes de trabalho; profissionais de saúde”, com auxílio do operador booleano “AND”, sendo selecionados vinte (20) artigos para construção da reflexão proposta. Os resultados mostram que em virtude da complexidade do processo de trabalho e constante riscos ocupacionais das atividades assistenciais diretas e indiretas aos pacientes, a equipe de enfermagem possui maiores indicadores de acidentes de trabalho, sendo os Auxiliares e Técnicos de enfermagem os mais acometidos. Foi evidenciada a importância e necessidade de investir em capacitação profissional em biossegurança, estimulando o uso de Equipamentos de proteção individual, atitudes que diminuam os riscos de ocorrência dos acidentes de trabalho e o estabelecimento de ambientes seguros de trabalho. Torna-se crucial o estímulo a uma cultura institucional de notificação dos acidentes de trabalho, considerando que todo e qualquer acidente possui seu significado e importância no contexto do trabalho, e essa conduta é relevante para a avaliação das causas de sua ocorrência e planejamento de ações para sua prevenção.

Biografia do Autor

Amanda Maria Villas Bôas Ribeiro, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA
Enfermeira. Pós-graduada em Enfermagem do trabalho. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Universidade Estadual de Feira de Santana-BA. Membro do Núcleo de Pesquisa Integrada em Saúde Coletiva (NUPISC).
Maria Lúcia Silva Servo, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA
Enfermeira. Doutora em Enfermagem pela Universidade de São Paulo. Professora Plena da Universidade Estadual de Feira de Santana. Membro do Núcleo de Pesquisa Integrada em Saúde Coletiva (NUPISC).

Referências

ARAUJO, T.M.E.; SILVA, N. da C. Acidentes perfurocortantes e medidas preventivas para hepatite B adotadas por profissionais de Enfermagem nos serviços de urgência e emergência de Teresina, Piauí. Rev. bras. Saúde ocup., São Paulo, v.39, n. 130, p.175-183, 2014.

ARRUDA, K.M. A garantia no emprego do trabalhador acidentado nos contratos por prazo determinado e a questão da efetividade do direito. Rev. TST, Brasília, v. 77, n 2, abr/jun, 2011.

BAKKE, H. A. ; ARAUJO, N. M. C. de. Acidentes de trabalho com profissionais de saúde de um hospital universitário. Prod. [online]. v.20, n.4, p. 669-676, Out/Dez, 2010.

BRASIL. Lei n°8213, republicado em 14 de agosto de 1998. Diário Oficial da União: República Federativa do Brasil, Brasília, DF, v. 4, p.8, 1998.

BRASIL. Ministério da Saúde. Cadernos da Atenção Básica: Saúde do Trabalhador. Brasília, DF, 2002.

BRASIL. Ministério da Saúde. Cadernos da Atenção Básica: HIV/Aids, hepatites e outras DST. Brasília, DF, 2006.

BRASIL. Ministério da Previdência Social. 1° Boletim Quadrimestral sobre benefícios por incapacidades. Brasília, DF, 2014.

CÂMARA, P.F.; et al. Investigação de acidentes biológicos entre profissionais da equipe multidisciplinar de um hospital. Rev. enferm. UERJ, Rio de Janeiro, v.19, n.4, p. 583-6, out/dez, 2011.

FEIJÃO, A. R.; MARTINS, L.H.F.A.; MARQUES, M. B. Condutas pós-acidentes perfurocortantes: Percepção e conhecimento de enfermeiros da Atenção Básica de Fortaleza. Rev Rene, Fortaleza, v. 12, n. esp, p.1003-10, 2011.

FERREIRA, M.D.; et al. Subnotificação de acidentes biológicos pela enfermagem de um hospital universitário. Ciencia y enfermeria, v. 21, n. 2, p. 21-9, 2015.

JUNIOR, E.P. dos S.; et al. Acidente de trabalho com material perfurocortante envolvendo profissionais e estudantes da área da saúde em hospital de referência. Rev Bras Med Trab., v.13, n. 2, p. 69-75, 2015.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, Marina de Andrade. Metodologia do trabalho científico. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2005.

LAPA, A. da T.; SILVA, J.M da.; SPINDOLA, T. A ocorrência de acidentes por material perfurocortante entre trabalhadores de enfermagem intensivista. Rev. enferm. UERJ, Rio de Janeiro, v. 20, n.esp.1, p. 642-7, dez , 2012.

LIMA, L. M. de; OLIVEIRA, C. C. de; RODRIGUES, K. M. R. de. Exposição ocupacional por material biológico no Hospital Santa Casa de Pelotas - 2004 a 2008. Esc Anna Nery (impr.), v.15, n.1, p.96-102, jan-mar, 2011.

LOURENÇO, E.A.de S. Agravos à saúde dos trabalhadores no brasil: alguns nós críticos. Revista Pegada, v. 12, n.1, p. 3-33, junho, 2011.

MACHADO, M. do R. M.; MACHADO, F. de A. Acidentes com material biológico em trabalhadores de enfermagem do Hospital Geral de Palmas (TO). Rev. bras. Saúde ocup., São Paulo, v.36, n.124, p. 274-281, 2011.

MAGAGNINI, M.A.M.; ROCHA, S.A.; AYRES, J.A. O significado do acidente de trabalho com material biológico para os profissionais de enfermagem. Rev Gaúcha Enferm., Porto Alegre (RS), v.32, n.2, p.302-8, jun, 2011.

MINAYO, M. C. de S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saude. 10. ed. Rio de Janeiro: Hucitec, 2007.

OLIVEIRA, A. C.; PAIVA, M. H. R. S. Condutas pós-acidente ocupacional por exposição a material biológico entre profissionais de serviços de urgência. Rev enferm UERJ, Rio de Janeiro, v.22, n.1, p.116-22, jan/fev, 2014.

POMPEO, D. A; ROSSI, L. A.; GALVÃO, C. M. Revisão integrativa: etapa inicial do processo de validação de diagnóstico de enfermagem. Acta Paul Enferm. v.22, n.4, p.434-8, 2009.

REZENDE, L. C. M.; et al. Acidentes de trabalho e suas repercussões na saúde dos profissionais de enfermagem. Revista Baiana de Enfermagem, Salvador, v. 29, n. 4, p. 307-317, out./dez. 2015.

SANTANA, V.S.; et al. Acidentes de trabalho: custos previdenciários e dias de trabalho perdidos. Rev Saúde Pública, v. 40, n.6, p.1004-12, 2006.

SANTANA, Leni L. et al. Cargas e desgastes de trabalho vivenciados entre trabalhadores de saúde em um hospital de ensino. Rev. gaúcha enferm., Porto Alegre, v. 34, n. 1, p. 64-70, 2013.

SILVA, G. S. da.; et al. Conhecimento e utilização de medidas de precaução padrão por profissionais de saúde. Esc Anna Nery (impr.), v.16, n. 1, p.103-110, jan-mar, 2012.

SILVA, J. A. da.; et al. Investigação de acidentes biológicos entre profissionais de saúde. Esc Anna Nery Rev Enferm, v.13, n.3, p. 508-16, jul-set, 2009.

SOARES, L. de J. P. Os impactos financeiros dos acidentes do trabalho no orçamento brasileiro: Uma alternativa política e pedagógica para redução dos gastos. 2008. 67f. Monografia (Especialização em Orçamento público) - Instituto Serzedello Corrêa, Brasília, 2008.

SOUZA, R. T. de. et al.; Avaliação de Acidentes de Trabalho com Materiais Biológicos em Médicos Residentes, Acadêmicos e estagiários de um Hospital-Escola de Porto Alegre. Revista brasileira de educação médica, v.36, n.1,p.118- 24, 2012.

SOUZA, N. V. D. de O. et al. Riscos ocupacionais e agravos à saúde dos trabalhadores em uma unidade ambulatorial especializada. Rev Min Enferm. v.18, n.4, p. 923-930, out/dez, 2014.

SOUZA, M.T; SILVA, M. D; CARVALHO, R. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein. v.8, n.1, p.102-6, 2010.

TIPPLE, A.F.V. ; et al. Acidente com material biológico no atendimento pré-hospitalar móvel: realidade para trabalhadores da saúde e não saúde. Rev Bras Enferm, Brasília, v.66, n. 3, p. 378-84, mai-jun, 2013.

WHITTEMORE, R; KNAFL, K. The integrative review: update methodology. J Adv Nurs. v.52, n.5, p. 546-53, 2005.

Publicado
2019-11-04
Como Citar
Ribeiro, A. M. V., & Servo, M. L. (2019). Acidentes de trabalho em profissionais de saúde: uma revisão de literatura. Revista Brasileira De Ciências Em Saúde - Brazilian Journal of Health Sciences, 2(1), 9-17. Recuperado de https://periodicos.uesc.br/index.php/rebracisa/article/view/1288
Seção
Gestão em Saúde