Questões sobre tradução: o mundo do pequeno príncipe e do menino do dedo verde, dos originais às traduções

Resumo

Esse artigo faz um estudo das traduções em português feitas por Dom Marcos Barbosa e por Ferreira Gullar de duas obras-primas da literatura infantil e juvenil, provenientes da língua francesa e, consequentemente, de sua cultura: O menino do dedo verde (2008) O pequeno príncipe (2013). As obras traduzidas serão estudadas em comparação com as suas versões originais, buscando discutir alguns pontos sobre cenário social de suas traduções, bem como as possíveis expectativas respondidas pelas traduções, refletindo tanto a experiência quanto a formação de cada tradutor. Serão utilizados textos de professores de tradução, como Rónai (2011, 2012) e Brito (2012), e outros textos que discutem o papel do ato de traduzir literatura.

Biografia do Autor

João Ricardo da Silva Meireles, Instituto Federal do Espírito Santo
Professor de Língua Inglesa e Língua Francesa do Instituto Federal do Espírito Santo; Professor de Português como língua adicional a distância em parceria com institutos de educação franceses; Mestre e Doutorando em Letras pela UFES; Coordenador Adjunto do Núcleo de Arte e Cultura (NAC) do Ifes; Membro de equipe de avaliação Brafitec/CAPES (Brasil-França).
Publicado
2018-02-27
Seção
Dossiê temático