Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A Revista Kàwé foi criada para congregar estudiosos das africanidades, de forma especial, aquelas pessoas preocupadas e ocupadas com a questão para além dos círculos acadêmicos. A publicação configura-se num espaço aberto ao debate de idéias, às discussões e à compreensão das múltiplas abordagens sobre as africanidades. Ela é, portanto, um espaço de interlocução e construção de conhecimentos e intercâmbios de experiências sobre a cultura afro-brasileira, afro-baiana regional  e suas interfaces.

 

Políticas de Seção

Artigos

Política padrão de seção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Itinerâncias Fotográficas

Verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Poemas

Verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Esfragmas

Verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Resenha

Verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Itan

Verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares
 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Revista Kàwé

Revista Kàwé foi criada para congregar estudiosos das africanidades, de forma especial, aquelas pessoas preocupadas e ocupadas com a questão para além dos círculos acadêmicos. A publicação configura-se num espaço aberto ao debate de idéias, às discussões e à compreensão das múltiplas abordagens sobre as africanidades. Ela é, portanto, um espaço de interlocução e construção de conhecimentos e intercâmbios de experiências sobre a cultura afro-brasileira, afro-baiana regional  e suas interfaces.