Análise da percepção da população adscrita à unidade de saúde da família Teotônio Vilela II sobre sua participação no conselho local de saúde

  • Nayara de Jesus Oliveira
  • Endy de Santana Alves Dórea
  • Sales Silva Nascimento
  • Fabia Carolina Matos Fidelis
  • Agno José Benício de Almeida Cajueiro
  • Regina Lúcia Lino Vieira
  • Adélia Maria Carvalho de Melo Pinheiro
Palavras-chave: Controle social, Conselho Local, Percepção da comunidade

Resumo

Considerando a importância dos Conselhos Locais de Saúde (CLS) na realização do controle social e, uma vez criado o CLS do bairro Teotônio Vilela, Ilhéus, Bahia, o presente trabalho tem por objetivo analisar a percepção da população adscrita à área da Unidade de Saúde da Família Teotônio Vilela II (USF II), sobre sua participação nas reuniões do CLS, descrevendo seu conhecimento sobre o CLS e os fatores que interferem em sua participação no mesmo. Foi realizada uma pesquisa qualitativa com 28 moradores da área de abrangência da USF II durante o mês de janeiro de 2011, através de entrevista semiestruturada. Os dados colhidos foram submetidos ao método de análise de conteúdo de Bardin. Observou-se que a maioria da população adscrita à área da USF II não tem conhecimento do que seja um CLS, nem da existência dele no bairro. Além disso, há um grande descrédito da população quanto à eficácia do CLS. Percebe-se que há uma necessidade de esclarecimento para a população sobre o que é um Conselho Local de Saúde e sua funcionalidade, bem como a divulgação da existência do mesmo no bairro, e a demonstração de sua importância como instrumento na melhoria de saúde da comunidade.

Publicado
2014-07-14