ESPAÇOS PARTICIPATIVOS: UMA EXPERIÊNCIA DE FORMAÇÃO CIDADÃ

  • Danielle Ferreira Araújo
Palavras-chave: Participação social. Cidadania. Políticas públicas. Normas Sociais. Direitos Humanos.

Resumo

O artigo discute a importância dos espaços participativos para o forta- lecimento da integração social e da cidadania no Brasil. A participação social, fun- dada na soberania popular, é base referencial na Carta Constitucional de 1988, e sua instrumentalização, seja em âmbito institucional ou comunitário, possibi- lita a expressão dos interesses, valores e demandas sociais, além disso, sinaliza os desa os comunitários a serem enfrentados a m de se concretizar os direitos sociais garantidos na Carta Constitucional. A metodologia do presente trabalho baseia-se em uma pesquisa bibliográ ca, a partir de registros documentais e ins- titucionais disponíveis em fontes impressas e digitais. O trabalho tem como ob- jetivo re etir sobre os espaços participativos com a nalidade de contribuir para a formação de cidadania. Apresenta um relato de experiência, resultante de uma ação extensionista integrada a políticas públicas, visando à formação cidadã, exe- cutado pela Ong Gerando Vida, em parceria com o curso de psicologia da Uni- versidade UNISUAM, na cidade do Rio de Janeiro, no período entre 2008 e 2016. 

Biografia do Autor

Danielle Ferreira Araújo

 Fundadora da Organização Não-Governamental Projeto Gerando Vida. Mestranda em Estado e Sociedade pela Universidade Federal do Sul da Bahia. Especialista em Gênero, Sexualidade e Direitos Humanos pela Escola Nacional de Saúde Pública – ENSP/FIOCRUZ. Formada em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC/RJ. 

Publicado
2018-03-23