A retórica dos vigilantes: autoria online

Resumo

Este artigo pretende refletir sobre formas e condições de autoria nos meios digitais para realçar o caráter operativo, vigilante e fluido que caracteriza o ato de argumentar na Internet. A partir das concepções de isegoria, kairós e comunidades discursivas, três categorias discursivas se delineiam e, a partir delas, duas classificações de vocação enunciativa se conformam: o autor-nominado e o autor-apócrifo. Os princípios teóricos da Retórica e da Nova retórica sustentam a reflexão. Considera-se, por fim, a autoria virtual como um exercício privilegiado de difusão do docere, do movere e do delectare.

Biografia do Autor

Luiz Antônio Ferreira, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Doutor em Educação pela Universidade de São Paulo. Docente da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, onde coordena do Programa de Pós-Graduação em Letras e lidera o Grupo de Estudos sobre Retórica e Argumentação (ERA/PUC/CNPq).

Publicado
2019-04-29
Seção
Artigos Inéditos