Argumentação e sociocognição nos discursos da Comunidade de Países de Língua Portuguesa

Resumo

Examinamos as ocorrências de formulações linguísticas relacionadas ao objeto de discurso Língua Portuguesa com vista à participação da metáfora da personificação e do esquema LIGAÇÃO na argumentação política dos discursos oficiais dos países-membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP). Estabelecemos interface entre os estudos acerca da sociocognição e da metáfora conceptual (LAKOFF e JOHNSON, 1980, CHILTON e LAKOFF, 2005, LAKOFF, 2009, CHARTERIS-BLACK, 2011, 2014, TURNER, 2014, VAN DIJK, 2016) e os preceitos da Nova Retórica (PERELMAN e OLBRECHTS-TYTECA, 2002 [1958]). Os resultados apontam para a construção da Língua Portuguesa como objeto de acordo e de poder nos discursos da CPLP.

Biografia do Autor

Renata Palumbo, Centro Universitário Carlos Drummond de Andrade

Possui doutorado e pós-doutorado pelo Programa de Pós-Graduação em Filologia e Língua Portuguesa da Universidade de São Paulo (USP), Brasil. É docente do Centro Universitário Carlos Drummond de Andrade.

Publicado
2019-04-29
Seção
Artigos Inéditos