Erro de proibição e estupro de vulnerável: análise argumentativa de acórdão judicial

  • Marcelo Pereira Neves Universidade do Estado da Bahia
  • Gilberto Nazareno Telles Sobral Professor Doutor do Programa de Pós-Graduação em Estudo de Linguagens da Universidade do Estado da Bahia (UNEB)
Palavras-chave: Argumentação. Tríade Retórica. Decisão Judicial. Estupro de Vulnerável.

Resumo

Este trabalho analisa a fundamentação do Acórdão nº 000049927.2011.8.05.0246 por meio das categorias argumentativas propostas por Perelman e Olbrechts-Tyteca (2005), identificando os elementos da tríade retórica observados no corpus. A partir desse foco de análise, o trabalho se debruça inicialmente sobre o ethos construído na decisão, valendo-se dos esquemas traçados por Maingueneau (2008). Em seguida, apoia-se em Santana Neto para analisar os elementos componentes do pathos. Observando o logos decisório, a análise indica que os magistrados empregam técnicas argumentativas de diversas espécies para relativizar determinados critérios legais objetivos e absolver os réus. Na conclusão, destaca-se a importância da dimensão argumentativa para a fundamentação de decisões judiciais.

Publicado
2018-07-15
Seção
Artigos Inéditos