A construção do desprestígio do estado brasileiro via intertextualidade

Matheus de Souza Rodrigues, Waldenia Márcia da Silva da Silva Barbosa

Resumo


Inserido no campo da análise de discurso crítica e no terreno da Linguística Aplicada, o presente artigo objetiva investigar manifestações de intertextualidade mobilizadas em favor da construção de um Estado brasileiro desprestigiado. Para este percurso, utilizam-se, como fundamentação teórica, Dallari (2016), Fairclough (2004), Knowles (2004), Ramalho e Resende (2011). No que diz respeito à metodologia, desenhou-se um estudo de caráter qualitativo, interpretativista, focalizando o significado acional como meio de examinar parte do modo de agir materializado em um artigo de opinião ligado à defesa de uma filosofia liberal favorável às privatizações. Como resultado, constatou-se a mobilização de diversos recursos e vozes tradicionais para a construção de uma imagem superestimada do setor privado, enquanto a esfera pública é desproporcionalmente significada como inferior.

Palavras-chave


Análise de Discurso Crítica. Argumentação. Estado. Intertextualidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17648/eidea-14-1669

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Autor e Revista EID&A

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.