A argumentação retórica no gênero fílmico documental

  • Fábio Ávila Arcanjo Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Documentário, Argumentação, Retórica, Adesão.

Resumo

O presente artigo visa discutir os pontos de contato existentes entre o gênero documentário e a argumentação retórica. Buscaremos dissertar acerca da presença de algumas categorias originárias da Análise Argumentativa do Discurso, que operou uma releitura da chamada retórica aristotélica, no trabalho discursivo realizado pelo documentarista. Nossa análise se baseará em apreciar esse gênero fílmico mediante três pressupostos: gêneros da retóricademonstrativo, deliberativo e judiciário; partes do discurso concernente ao que o filósofo belga Michel Meyer (2007) nomeia de edifício retórico (invenção, disposição, elocução, ação e memória); e provas retóricaséthos, lógos e pathos. Além dessas questões, iremos discutir o posicionamento de certos documentários na dicotomia dimensão argumentativa x intenção argumentativa proposta pela pesquisadora francesa Ruth Amossy (2011). As análises presentes nesse artigo são oriundas de um recorte da nossa pesquisa de mestrado. Nesse sentido, utilizaremos como corpus alguns documentários nacionais e internacionais.

Biografia do Autor

Fábio Ávila Arcanjo, Universidade Federal de Minas Gerais
Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG),
Publicado
2017-07-19
Seção
Artigos Inéditos