DECOLONIZANDO SABERES: POR UM OLHAR AFRO-LATINO-AMERICANO DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS

  • Tayná Santos Conceição UESC

Resumo

O presente artigo tem por finalidade identificar, no estudo das teorias das relações internacionais, paradigmas que beneficiam o eixo Europeu-Norte-Americano em relação ao continente africano e a América Latina, especialmente no que concerne a ascensão capitalista por meio da ideologia racial.  A revisão bibliográfica foi a metodologia de pesquisa utilizada. Autores africanos como Fanon, Oyěwùmí, e o latino-americano Aníbal Quijano, oferecem alternativas para um novo modo de se pensar as teorias das relações internacionais, visto que é necessária a formulação de um pensamento internacional que não se sustente numa visão euro-americana do mundo e suas desigualdades de classe, gênero e raça.

Palavras-Chave: Relações Internacionais. Colonialidade do Poder. Afrocentricidade. América Latina. África.

Publicado
2020-07-20
Seção
Artigos